❮  Voltar para listagem

Primeira turma em nível nacional tem 20 alunos

Iniciou, no fim de junho, a primeira turma do curso Hiper Realista de Segurança Cibernética com 20 alunos, realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-RS). Trata-se de uma parceria entre oSenai e o Instituto Avançarcom o objetivo de atender às necessidades, do mundo do trabalho, por profissionais qualificados na área de Segurança da Informação por meio de uma turma In company. A turma é a primeira em nível nacional e o curso é realizado totalmente on-line e tem 40h.

O número de ataques cibernéticos, que já vinha aumentando nos últimos anos, teve um salto durante a pandemia do novo coronavírus. O Brasil, que está entre os países que lideram como alvo, tem a necessidade urgente de formação e qualificação de profissionais. Hoje, o país não tem nem metade da força de trabalho necessária para responder às ameaças e evitar prejuízos, que vão da violação de dados de clientes e vazamento de informações confidenciais até a paralisação de linhas de produção na indústria. No Rio Grande do Sul, o ataque hacker ao Tribunal de Justiça é um exemplo do que esse tipo de ação pode acarretar.

O curso, elaborado pelo Senai Nacional atende à demanda por profissionais com uma visão atualizada sobre as exigências de qualificação no mercado de Cibersegurança, visando à capacitação de profissionais que buscam atualização e aquisição de novas competências, além da melhoria na segurança e proteção das informações no espaço cibernético. O curso capacita o aluno através de um simulador virtual hiper-realista, possibilitando a prática em Cibersegurança tanto no ataque e defesa cibernética e foi desenvolvido com metodologia focada no trabalho em equipe, em habilidades de liderança, técnicas de comunicação e conhecimento técnico. É totalmente prático, com exercícios interativos que, durante todo processo de ensino, os alunos são desafiados em uma série de cenários cada vez mais complexos, uma intensa experiência imersiva em ambiente cibernético extremamente aplicável a incidentes do mundo real.  Os equipamentos e sistemas disponibilizados nas unidades do Senai formam um ambiente seguro para realização de competições cibernéticas, palestras, consultorias e cursos.

As academias para a formação dos profissionais estão em unidades Senai, no caso do Rio Grande do Sul, na Faculdade Senai de Tecnologia, em Porto Alegre. A maior novidade é o simulador hiper-realista utilizado em alguns cursos das academias.  Como ensinar na prática poderia comprometer o sistema e as operações das próprias indústrias, utiliza-se o simulador, com 20 cenários de ataque e defesa em um cenário bem próximo do real.  Outra atividade realizada no simulador são os desafios de burlar proteções, de um lado, e identificar e bloquear ataques, do outro, conhecidos como Capture The Flag (CTF). Grandes empresas de tecnologia, como a Cisco e a AWS, a RustCon, fornecedora do simulador, são os parceiros iniciais do Senai no projeto das academias.

Informações sobre o curso: 0800 051 8555
Inscrições: https://loja.mundosenai.com.br/senainacional/curso-pratico-de-simulac-o-hiper-realista-de-ataques-ciberneticos-1.html

Conteúdos Relacionados

FLORENSE móveis e UFRGS desenvolvem projeto para traçar o caminho da empresa para a Indústria 4.0

A Florense, fabricante de móveis de alto padrão de móveis, com sede em Flores da Cunha-RS, iniciou em maio deste ano uma parceria com o Núcleo de Engenharia Organizacional da UFRGS para o desenvolvimento da Jornada 4.0 da empresa. Acessar matéria    ➔