O grupo das principais tecnologias envolvidas no processo de digitalização das empresas é chamado de tecnologias habilitadoras para indústria 4.0. Conheça mais a respeito e encontre os fornecedores relacionados a cada uma delas.

Ciência de dados e Inteligência Artificial

Esta categoria inclui Mineração de Dados, Big data Analytics, Inteligência Artificial e Computação Visual. A Ciência de Dados faz uso de técnicas avançadas para manipulação de grandes volumes de dados, sejam eles estruturados ou não. Essas técnicas visam à extração de conhecimento a partir de bases de dados. Para realizar tal tarefa, a Ciência de Dados alia o uso da estatística, big data e inteligência artificial. A inteligência artificial pode ser definida como a tecnologia capaz de desenvolver processos de pensamento semelhantes aos dos humanos, tais como aprendizagem, raciocínio e autocorreção. A visão computacional é a tecnologia de aquisição, análise e síntese de dados visuais que fornecem ferramentas relevantes para o contexto analisado, por exemplo computação gráfica e processamento de imagens.

Computação em nuvem

Esta categoria inclui Cloud Computing: Arquiteturas e Aplicações. Utilização de software baseado em nuvem para aplicativos corporativos e analíticos, e para o compartilhamento de dados entre sedes e empresas. Implantação de dados e funcionalidades das máquinas na nuvem, permitindo monitoramento e controle de processos, assim como serviços baseados em dados para sistemas de produção.

Integração de Sistemas (Vertical e Horizontal)

Esta categoria inclui Integração de sistemas (SCADA, MES, ERP), Protocolos e Interoperabilidade. Estas tecnologias permitem que empresas, fornecedores e clientes estejam intimamente ligados, assim como departamentos de engenharia, produção e serviço; dos níveis administrativos da empresa ao chão de fábrica.

Internet das coisas (IoT)

Esta categoria inclui Sensorização e Internet Industrial das Coisas (IIoT). Com a Internet das Coisas , mais dispositivos são enriquecidos com computação embarcada e conectados usando tecnologias padrão. Isso permite que os dispositivos se comuniquem e interajam entre si e com controladores mais centralizados, conforme necessário. Isso também descentraliza a análise e a tomada de decisões, permitindo respostas em tempo real.

Manufatura Aditiva

A manufatura aditiva ou impressão 3D permite a fabricação de componentes com geometrias complexas, redução de estoques (digitalização do estoque), redução de custos, aumento na velocidade e agilidade no desenvolvimento de produtos, conferindo também a capacidade de “customização em massa” de produtos.

Manufatura digital

Esta categoria inclui Digitização, Simulação, Comissionamento Virtual, Sistemas Ciber-físicos, Realidade Virtual e Realidade Aumentada. Simulações 3D de produtos, materiais, processos de produção e operações da planta, que aproveitam dados em tempo real para espelhar o mundo físico em um modelo virtual, criando Sistemas Ciber-físicos. Isso permite que os operadores testem e otimizem as configurações da máquina para o próximo produto da linha no mundo virtual antes da mudança física (Comissionamento Virtual), reduzindo assim os tempos de configuração da máquina e aumentando a qualidade. Na Realidade Aumentada o local de trabalho é aumentado por meio da visualização facilitada de informações provenientes de dados da fábrica e que são relevantes para a execução das atividades do trabalhador. A Realidade Virtual possibilita a visualização e o uso virtual de elementos fora de alcance, possibilitando o uso seguro de equipamentos perigosos e aprimorando o aprendizado de procedimentos.

Outras Tecnologias da Indústria 4.0

Esta categoria inclui outras tecnologias diretamente relacionadas à implementação da Indústria 4.0.

Prova de conceito

nova tecnologia

Robótica avançada e colaborativa

Esta categoria inclui Robótica Colaborativa, Robótica Autônoma (AGV e AMR), Manipuladores e Drones. Robôs colaborativos (cobots) podem interagir fisicamente com os operadores durante as atividades compartilhando o espaço de trabalho. AGVs e AMR são veículos autoguiados por sensores que desempenham funções de logística interna.

Segurança digital (Cybersecurity)

Com o aumento da conectividade e do uso de protocolos de comunicação padrão que acompanham a Indústria 4.0, a necessidade de proteger sistemas industriais críticos e linhas de fabricação contra ameaças à segurança cibernética aumenta drasticamente. Como resultado, comunicações seguras e confiáveis, bem como gerenciamento sofisticado de identidade e acesso de máquinas e usuários são essenciais.

Não encontrou sua solução?

A Rede RS Indústria 4.0 disponibiliza uma curadoria de fornecedores habilitados a oferecer diversas soluções para adequação da sua empresa aos novos padrões industriais.