❮  Voltar para listagem

Escrito por Jéssica Dornelles (Doutoranda e Pesquisadora no Núcleo de Engenharia Organizacional – NEO/UFRGS) e Valmir Kerber (Head de Indústria 4.0 na Florense).

A Florense Móveis é uma fabricante de móveis de alto padrão altamente customizados. Por meio da visão de ser referência em Indústria 4.0 para o setor moveleiro do Brasil, a Florense iniciou sua caminhada rumo a implementação de tecnologias considerando um Roadmap elaborado em parceria com o NEO-UFRGS para identificar em quais momentos as tecnologias alinhadas às necessidades da empresa deverão ser implementadas.

Desafio

Diante dos desafios de atender ao aumento da demanda por produtos customizados com a máxima eficiência, qualidade e produtividade, a Florense está buscando iniciar a sua Jornada 4.0 entendendo previamente a configuração de tecnologias e conceitos da Indústria 4.0 que lhe permitirão atingir estes objetivos estratégicos. O grande desafio consistiu em levantar as oportunidades de melhoria e as soluções tecnológicas que podem ajudar os processos da empresa e considerar uma priorização da implementação das tecnologias considerando recursos humanos e tecnológicos para melhor atender aos objetivos estratégicos da empresa.

Solução

A Florense realizou um projeto em conjunto com o NEO-UFRGS para desenhar o Roadmap 4.0 da empresa. O projeto teve uma duração de um ano e foi realizado em três módulos.

O primeiro módulo buscou analisar o nível de maturidade da Florense e dos seus processos nos conceitos da Indústria 4.0. Isso foi feito por meio do mapeamento dos processos, sistemas e equipamentos de todos os setores produtivos da empresa. Além da identificação do nível de maturidade de cada um dos processos da Florense e do seu nível geral de maturidade, foram identificadas oportunidades de melhoria que poderiam ser implementadas por meio de soluções tecnológicas.

A partir dos inputs do primeiro módulo, o segundo módulo focou na visibilidade da planta e no levantamento de soluções tecnológicas para os processos da indústria. Diante disso, a análise focou-se na integração vertical de sistemas da empresa com o detalhamento dos módulos de MES adequados à realidade da Florense e os pontos de integração que deveriam ser aprofundados. Além disso, as tecnologias para cada uma das oportunidades dos processos prioritários foram listadas e descritas.

No módulo três foi construído um Roadmap 4.0 considerando as oportunidades de melhoria prioritárias segundo a visão da empresa e as soluções tecnológicas que poderiam ser implementadas para cada oportunidade. O Roadmap foi construído respeitando a sequência tecnológica adequada para que a Florense pudesse avançar dentro dos conceitos da Indústria 4.0. Para isso requisitos humanos e tecnológicos bem como as etapas de implementação para cada uma das soluções foram descritas. A partir desse detalhamento, o esforço e impacto para implementar as soluções foi determinado o que levou a construção do Roadmap considerando três momentos diferentes (curto, médio e longo prazo).

Como as necessidades do processo e as tecnologias evoluem com o passar do tempo, uma ferramenta que ajuda a empresa a avaliar os projetos de inovação tecnológica foi construída para que a Florense conduza o seu processo de melhoria contínua sob os conceitos da Indústria 4.0.

Benefícios

O desenho de um Roadmap 4.0 que considere as estratégias da empresa é o ponto de partida para uma entrada consciente na Indústria 4.0. Metodologicamente, o ciclo de melhoria contínua a ser seguido pela Florense pode ser uma referência para outras empresas que desejam caminhar na mesma estrada.

A adoção consciente das tecnologias seguindo um planejamento tem o potencial de trazer melhorias na produtividade, qualidade e eficiência em um mercado altamente competitivo. Além disso, a inclusão das pessoas no processo de transformação digital é fundamental para o sucesso da implantação. Isso vem sendo feito com maestria pela Florense, que inclui os trabalhadores e valoriza atividades artesanais em seu processo.

Para evidenciar a visão da empresa em se tornar referência em Indústria 4.0 na indústria moveleira do Brasil, a empresa formou um Comitê que tem como função estudar as soluções tecnológicas por meio da metodologia apresentada. Isso reforça a importância e o compromisso da empresa com a sua transformação digital, sendo uma empresa digna de reconhecimento não só no cenário moveleiro mas no cenário industrial em geral.

Conteúdos Relacionados

Instituto SENAI utiliza simulação para desenvolvimento de robô pintor

Neste case apresentamos a solução para implementação de um robô pintor para navios desenvolvido por meio de simulação. Acessar matéria    ➔

MES ENTERPRISE AUXILIA TECNOTRI A REDUZIR 60%DO TEMPO DE PARADA DAS MÁQUINAS

Apresentamos o case de sucesso da Tecnotri junto com a Allcance para a implementação do sistema MES focado no processo de rotomoldagem plástica da empresa. Acessar matéria    ➔

Indústria 4.0 na NOVUS: a importância do OEE e sistemas MES

A NOVUS implementou a digitalização em seu processo de manufatura, vivenciando as facilidades da Indústria 4.0 e ampliando a eficiência produtiva. Acessar matéria    ➔